sexta-feira, 26 de junho de 2009

Obama – O Matador de Moscas

Recentemente em uma entrevista, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi importunado por uma mosca. Sem perder a pose, com uma agilidade impressionante ele conseguiu matá-la com um único golpe certeiro.

O vídeo logo virou sucesso em todo o mundo, com a maioria das pessoas adimiradas com sua agilidade. Mas, o cena também gerou protestos dos grupos de defesas dos animais, que se dispuseram a entregar para o abama armadilhas para que as moscas possas ser capturadas e soltas novamente na natureza!

A seguir transcrevo matéria da revista Super Interessante que explica porque é tão difícil acertar uma mosca.

A ciência de matar moscas

Estudo revela a solução para esse problema milenar

por DENNIS BARBOSA

Por que é tão difícil matar uma mosca? Depois de 20 anos estudando esse inseto, um pesquisador do Instituto de Tecnologia da Califórnia chegou à resposta: a mosca é craque em física. Quando você tenta bater nela, ela mede a velocidade e o ângulo de aproximação da arma (que pode ser a sua mão, um chinelo ou até mesmo esta revista) e usa essas informações para calcular onde o golpe vai cair. Aí, ajusta o corpinho e sai batendo asas para outro lado. Tudo isso em apenas 0,3 segundo, ou seja, muito mais rápido do que você consegue desferir o golpe. "Não tente acertar a mosca na posição em que ela está [pousada]. O melhor é mirar um pouco à frente, para tentar antecipar aonde ela vai pular", explica o professor Michael Dickinson, autor do estudo. Segundo ele, a mosca consegue reagir tão rápido porque possui um mapa neural - espécie de atalho no cérebro - especializado em controlar esse tipo de movimento. E entender como ele funciona pode ajudar, um dia, a compreender melhor a mente humana. "O objetivo da minha pesquisa não é [apenas] descobrir um jeito melhor de esmagar moscas", afirma Dickinson.

COMO ACERTAR NA MOSCA

2 comentários:

  1. Ola, muito bom o site! Tenho uma duvida sobre cupins. Ao retirar os azulejos da COZINHA, foi constadado a presença de cupins na paredes (cupins subterraneos) Ja haviamos retirado no quintal lateral ha um tempo atras uma porta de madeira que estava segundo os pedreiros PODRE de cupins. Tivemos 3 propostas completamente diferentes de tratamento Uma, apenas para tratar a cozinha : pulverizar armarios e paredes, conduites da cozinha e barreira quimica na cozinha. Outra, na casa inteira, obviamente o preco 3xmaior : barreira quimica na casa inteira, conduites e madeira (batentes e armarios)da casa inteira e telhados. E finalmente duas intermediarias : uma na cozinha inteira, nos telhados e barreira quimica ao redor da casa mas SEM tratar as madeiras e outra o contrario, tratamento da cozinha , pulverizacao das madeiras e telhado e SEM a barreira em volta da casa. Ou seja, normal a pergunta , o que devo fazer??? Qual melhor custo/beneficio sendo que nao outro ponto de cupim encontrado? Grato



    Abs



    Marcelo.
    www.twitter.com/marcelotec

    ResponderExcluir
  2. Caro Marcelo,

    Realmente orçamentos para o controle de cupins de solo costumam variar muito, tanto na metodologia quanto nos valores.
    É lógico que só poderia fechar uma opinião examinando o local, mas a princípio posso dar alguns toques.
    Basicamente existem duas formas de defesa. Uma é tentar bloquear o acesso dos cupins à área da casa, o que é feito com a barreira química.
    A outra é impedir o acesso deles às fontes de alimento, tratanto diretamente as madeiras em locais sucetíveis.
    95 % das empresas falarão em fazer barreira química, prática comum nestes casos, mas eu pessoalmente a evito na maioria dos casos, quando é possível, reduzindo o custo sem perda de eficácia.
    Para mim, barreira química parcial não faz muito sentido. Ou se cerca a área por completo ou se parte para o tratamento do madeiramento.
    Em locais com histórico de ataques, tratamento de madeiramento de telhado e principalmente de estuque é indispensável. Assim como o tratamento dos focos existentes e de outras áreas de risco nas proximidades.
    O importante também é analisar o caminho que eles estão fazendo, tentando adivinhar a rota e possíveis locais de instalação de ninhos. Quando consegue-se achar o ninho, o tratamento fica muito mais fácil.
    Outro ponto importante é o tipo de inseticida que será utilizado. Hoje já existem produtos de ação lenta, possibilitando que os cupins retornem ao ninho e contaminem toda a colônia.
    Tratamento indiscriminado de todo o madeiramento também acho exagero. Algumas áreas da casa costumam ser de acesso mais difícil para os cupins e podem ser deixadas de lado. Em outras é impossível se fazer um tratamento eficaz sem a desmontagem ou realizaçao de muitas perfurações, o que acaba não justificando o tratamento.
    Resumindo acho indispensável o tratamento na cozinha, incluindo conduítes e pulverização dos fundos dos armários, alguma medida na área do quintal onde já ocorreram problemas é recomendada, o tratamento do madeiramento fixo às paredes nas proximidades da cozinha também é importante, o tratamento do telhado é uma prevenção importante. A barreira química talvez possa ser evitada, mas se for realizada deve ser por completo e o tratamento de móveis ou madeiramento distante dos focos existentes pode ser dispensado, principalmente se a barreira química for feita.
    Espero que eu tenha conseguido ajudar um pouco e não confundido mais.
    Se sua casa for em São Paulo, poderíamos até agendar uma visita sem compromisso e sem custo para que eu verifique o problema e te passe mais uma proposta.
    Estarei fora de são paulo nesta semana do dia 20, mas à partir do dia 27 estarei disponível.
    Qualquer coisa, pode escrever no meu e-mail: hcj@uol.com.br
    Um abraço,

    Humberto

    ResponderExcluir