sexta-feira, 24 de setembro de 2010

As pragas em nossas vidas

Elas são odiadas por quase todos e causam pânico em muitas pessoas, mas apesar disso fazem parte de nossas histórias infantis, dos nossos desenhos animados e estão sempre no cinema, na televisão, nas músicas e nos livros.

A presença delas nos meios de comunicação, na grande maioria das vezes, não é para nos alertar ou para ensinar como nos proteger delas. A maior parte das histórias ilustra suas habilidades e as características que mais admiramos.

As pragas sempre estiveram e sempre estarão em nossas vidas. Conhecendo-as podemos identificar suas qualidades e seus pontos fracos e tentar tirar proveito de suas características, não só para controlarmos suas populações, mas também para que elas nos ajudem a viver melhor.

As espécies consideradas pragas são essenciais para a natureza e nunca poderemos viver sem elas. Sendo assim, devemos aprender a viver com elas e nem sempre contra elas. Precisamos usar as informações, as pesquisas, a ciência e a biologia para harmonizarmos nossa relação com elas, utilizando suas franquezas para mantermos um novo patamar de equilíbrio, após as alterações que fizemos no ambiente natural, e aprendendo com suas virtudes, para vivermos melhor e para que nos ajudem em no nosso modo de vida.

Um comentário:

  1. Oi, Humberto, muito legal o seu blog!

    Estou tentando me familiarizar com cupins, pois comprei um apartamento há pouco (5 meses) e só depois é que fui notar que as portas e batentes estão todos roídas (o antigo dono havia disfarçado a situação com tinta).

    Com tantos gastos, não tenho como substituir essas portas agora e estou bem preocupada com isso -- morro de medo que esses cupins acabem passando para os meus móveis novos, pois o armário do banheiro também está afetado. Esses venenos de supermercado tipo Ferra Cupim funcionam? Já gastei 3 latas e continuo a encontrar farelo de madeira...

    ResponderExcluir